SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 issue15An analysis of the current international reality under international legal cooperation in the new civil procedural codeAn analysis of the current international reality under international legal cooperation in the new civil procedural code author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

  • Have no cited articlesCited by SciELO

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista de la Secretaría del Tribunal Permanente de Revisión

On-line version ISSN 2304-7887

Abstract

MORTAROTTI, Pablo César. Integração, inovação e desenvolvimento: o fenômeno das startups. Rev. secr. Trib. perm. revis. [online]. 2020, vol.8, n.15, pp.168-185. ISSN 2304-7887.  https://doi.org/10.16890/rstpr.a8.n15.p168.

O objetivo deste trabalho é examinar o fenômeno atual das “startups” e seu impacto, seus desafios e seu abordagem nos processos de integração regional (União Europeia e MERCOSUL).

Utiliza-se um modelo investigativo de tipo qualitativo, centrado nos aspectos descritivos, em especial a través da análise do conteúdo bibliográfico e instrumentos dos órgãos desses processos de integração.

O trabalho começa com uma introdução que expõe os conceitos principais do tema, e segue com um desenvolvimento centrado nas atuais políticas da União Europeia sobre o assunto, a análise do impacto do fenômeno no paradigma clássico da integração, e logo o estudo da situação no MERCOSUL. Finaliza com as conclusões sobre o problema delimitado na introdução.

O tema é apresentado com a afirmação de que o Estado e as empresas clássicas não são mais as protagonistas da nossa época. Ao invés disso, os novos produtos e serviços que o mundo de hoje precisa começam a serem gerados por novos atores, entre eles as chamadas startups.

Assim, esses novos modelos de negócio -com a função essencial das equipes na criação de soluções para os problemas e as necessidades atuais da agenda local, regional e global- ganham hoje o protagonismo.

Ao pensar um espaço apropriado e favorável para o desenvolvimento dos startups, com base nos recursos naturais próprios dos diferentes Estados, a integração regional tem um papel crucial. A colaboração entre diferentes startups dentro de um processo de integração regional poderia gerar uma “rede” que permitiria conectar e integrar regiões dos diferentes Estados.

A conclusão é que na União Europeia há diversos incentivos, projetos e plataformas para os startups, que refletem uma política ativa para o setor pensada para o século XXI. No MERCOSUL, observamos o surgimento de vários startups em muitos dos Países Membros e Associados. Se o MERCOSUL e a região se constituem como um espaço gerador da inovação que as necessidades do século XXI impõem, será também um espaço para o desenvolvimento de mais novas startups. Isso geraria um centro de crescimento e abriria a possibilidade de um desenvolvimento que permita superar as desigualdades e as necessidades sociais e econômicas, consolidando o anelado desenvolvimento com qualidade de vida para as pessoas.

Keywords : Startups; Inovação; Integração; Desenvolvimento.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )