ISSN 2072-8174 versão impressa
ISSN 2307-3640 versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

  • Escopo e política
  • Forma y preparação de manuscritos
  • Envio de manuscritos
  •  

    Escopo e política editorial

    A Revista del Nacional (Itauguá) (ISSN 2307-3640 versão online) é o órgão oficial de divulgação científica do Centro Médico Nacional - Hospital Nacional, Itauguá-Paraguay vinculado ao Ministerio de Salud Pública y Bienestar Social. O objetivo desta revista é publicar com padrões de excelência, a produção investigativa, científica e intelectual de trabalhos originais e inéditos, de temas atuais (estudos que não excedam dois anos antes da publicação), gerados por profissionais nacionais e internacionais da área. de medicina clínica, pesquisa biomédica (aplicação da biologia e fisiologia à medicina), odontologia, enfermagem, nutrição, saúde pública, microbiologia, biologia molecular, biotecnologia da saúde e outras áreas relacionadas à saúde. Os manuscritos de medicamentos tradicionais, complementares e integrativos serão exaustivamente avaliados pelo conselho editorial para sua aceitação, tendo como critério principal a relevância e o interesse da comunidade. Sua periodicidade é semestral com volume anual. Não cobra taxas de avaliação ou publicação, é de acesso livre e gratuito. Os autores atribuem à Revista a titularidade de seus direitos autorais, para que os artigos sejam publicados e divulgados em qualquer formato ou meio, sob uma Licença de Atribuição Creative Commons. Para detectar plágio, use o programa plagius.

    Forma e preparação de manuscritos

    REQUERIMENTOS GERAIS
    Como parte do processo de submissão, os autores devem verificar se sua submissão atende a todos os elementos mostrados abaixo. Submissões que não atenderem a essas diretrizes serão devolvidas aos autores.
    I. REGRAS DE ENVIO
    Solicitamos veementemente ler os regulamentos de envio para evitar transtornos.
    1.1 Todos os documentos serão enviados em formato eletrônico, em folha de tamanho A4, fonte Times New Roman tamanho 12, versão Microsoft Word ©, espaçamento 1.5, em idioma espanhol. Os trabalhos serão recebidos por e-mail: revdelnacionalhn@gmail.com
    1.2 Os manuscritos devem vir acompanhados de carta dirigida ao Editor (recomenda-se o envio digitalizado em PDF), indicando a seção onde o artigo será publicado, apresentando o trabalho submetido (título do artigo), informando que se trata de um trabalho original , não publicado em nenhum outro meio (exceto preprints), nem simultaneamente postulado para apreciação e que todos os autores tenham pleno conhecimento do conteúdo da obra, esclarecendo a existência ou não de conflito de interesses e respeito aos padrões éticos.
    1.3 Havendo fontes de financiamento para o estudo, os responsáveis ​​devem comunicá-las ao Editor. A carta deve ser assinada por cada autor, e conter o número de registro no "Open Researcher and Contributor ID" (ORCID). Para obter o identificador ORCID, visite https://orcid.org/signin de cada um dos pesquisadores e o email do autor correspondente.
    1.4 A Revista del Nacional (Itauguá) adota as diretrizes para publicação conforme "RECOMENDAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO, EDIÇÃO E PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS EM REVISTAS MÉDICAS" última atualização (dezembro de 2019) http://www.icmje.org/recomendações/ preparadas pelo International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE).
    1.5 O conselho editorial reserva-se o direito de recusar manuscritos cujo conteúdo se sobreponha total ou parcialmente a trabalhos já publicados, ou cujo assunto não corresponda ao objetivo desta revista. Além disso, podem ser rejeitados por motivos de descumprimento das normas editoriais, violações éticas, baixa qualidade científica e uso inadequado da linguagem.
    1.6 Alterações de autores ou de seu pedido somente serão consideradas se solicitadas por meio de nota assinada por todos os autores para esse fim.
    1.7 Os gestores bibliográficos facilitam a organização científica, integrando citações e referências bibliográficas. Caso utilize programas de gerenciamento bibliográfico (Mendeley, Zotero, EndNote) antes de enviar os manuscritos eletrônicos deve-se remover os códigos de campo, para evitar interferências no processo de produção, caso contrário o trabalho será devolvido.
    * Antes de excluir os códigos, certifique-se de fazer pelo menos uma cópia de segurança do documento, porque depois de excluí-lo, você não poderá mais acessar a Biblioteca do gerente selecionado.
    * A maneira mais fácil de remover os códigos de campo é fazê-lo manualmente no arquivo Word: 1) em seu arquivo Word selecione todo o manuscrito pressionando: ctrl + A ou ctrl + E ou selecione todo o texto manualmente;
    * pressione ctrl + shift + F9 ou cmd + 6 para desvincular todos os campos e remover links ocultos.
    * Salve seu arquivo e estará pronto para enviar à Revista Nacional (Itauguá).
    * Se você deseja excluir  os códigos do campo Mendeley, Zotero ou EndNote devem consultar o suporte técnico do gerenciador bibliográfico utilizado.
    II. AVALIAÇÃO DE MANUSCRITOS
    A aprovação do manuscrito submetido será baseada em sua relevância, originalidade e validade científica. Os pareceres sobre os mesmos emitidos serão comunicados exclusivamente ao autor correspondente, no prazo de seis semanas após o seu recebimento.
    A avaliação passará pelas seguintes etapas:
    1ª revisão: pelo Conselho Editorial da Revista del Nacional (Itauguá). É realizada uma primeira avaliação dos manuscritos para verificar se estão de acordo com as normas, objetivos da revista e os critérios metodológicos gerais. Se aceito, o artigo segue para a segunda etapa.
    2ª revisão e avaliação: por dois avaliadores profissionais pares conforme o caso, especialistas na área temática do artigo e serão duplo-cegos (tanto os autores como os revisores são sempre anônimos), nacionais e estrngeiros, garantindo o estrito sigilo de todos os dados do trabalho. Se houver opiniões contraditórias, outra opinião será solicitada.
    A opinião pode ser:
    1. Aprovado
    2. Aprovado com modificações
    3. Não aprovado (com sugestões e reinício do processo)
    4. A decisão de aceitar ou rejeitar um manuscrito é finalmente tomada pelo Comitê Editorial de acordo com os relatórios de avaliação do processo de revisão por pares.
    5. Aceito o original para publicação, a versão anterior à publicação será enviada aos autores para aprovação.
    III. POLÍTICA EDITORIAL
    Direitos de autor
    Os trabalhos e opiniões publicadas na revista são de responsabilidade exclusiva dos autores. Os artigos serão publicados e divulgados sob a Licença de Atribuição 4.0 International Creative Commons (CC BY 4.0): https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.es
    Detecção de plágio: a Revista del Nacional (Itauguá) utiliza o programa Plagius (Copyright © 2009-2017 GH Software LTDA) para detectar semelhanças com outras publicações. Somente serão aceitos artigos que tenham no máximo 5% de coincidências com outros manuscritos no texto completo, caso contrário, será rejeitado.
    O procedimento de publicação da errata será feito no próximo número do mesmo volume. A retratação será feita por nota ao Editor que comunicará os detalhes da mesma no próximo número do mesmo volume.
    Taxas de publicação. Não cobra taxas de avaliação ou publicação de artigos.
    Destinado a editores, revisores e autores: Serão incluídos os manuscritos que seguirem os padrões éticos do Comitê de Ética em Publicações (COPE), versão de novembro de 2019. https://publicationethics.org/files/cope_dd_a4_pred_publishing_nov19_screenaw.pdf disponível sob a licença de Atribuição 4.0 International Creative Commons (CC BY 4.0): https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
    Para autores
    Originalidade: serão aceitas pesquisas originais e inéditas.
    A Revista del Nacional (Itauguá) utiliza o software Plaguis Detector para detectar níveis de similaridade nos manuscritos recebidos, de forma que todos os artigos serão revisados ​​com este método.
    Publicações múltiplas e / ou repetidas: Os autores não devem publicar o mesmo artigo, ou os mesmos resultados, em mais de uma revista, nem enviar a outras revistas, enquanto durar o processo editorial, manuscritos que tenham sido submetidos à Revista del Nacional (Itauguá). Os autores devem retirar seu artigo da revista se quiserem enviá-lo a outro meio de publicação.
    Autoria e contribuição: declara-se considerando que todos os autores contribuíram significativamente para o trabalho e a ordem dos autores é estabelecida de acordo com o nível de contribuição e contribuição na conceituação, elaboração, interpretação e redação do manuscrito. Se for necessário alterar o nome de um autor ou a inclusão de novos autores, uma vez queo processo de arbitragem do manuscrito tenha sido iniciado ou o pesquisador afirme que foi incluído sem seu consentimento, uma vez iniciado o processo de arbitragem do manuscrito ou Se o artigo já foi sido publicada, ou qualquer inconveniente de autoria e contribuição, a Equipe Editorial da Revista del Nacional (Itauguá) procederá conforme as indicações do Comitê de Ética (COPE).
    Conflito de interesses e divulgação: os autores devem declarar não haver conflito de interesses, o que pode ter influenciado os resultados apresentados.
    Os autores devem comunicar por escrito se houver qualquer relação pessoal ou financeira entre os autores do artigo e pessoas ou entidades públicas ou privadas, da qual possa surgir um possível conflito de interesses, que possa influenciar indevidamente o seu trabalho.
    Erros em artigos publicados: Os manuscritos aceitos para publicação serão enviados aos autores, após diagramação, para que possam revisá-los e emitir seus critérios a esse respeito, porém, caso os autores detectem erros ou imprecisões, após o artigo tiver sido publicado, o Editor-chefe da revista deve ser informado imediatamente, fornecendo as informações necessárias para que as correções pertinentes sejam feitas.
    Responsabilidade: As informações contidas nos trabalhos apresentados serão de total responsabilidade dos autores.
    Fontes: os autores devem fornecer a lista correta de fontes usadas em seu manuscrito.
    Para revisores
    Processo de arbitragem: O processo utilizado para a avaliação dos manuscritos submetidos à Revista del Nacional (Itauguá), segue o tipo de revisão duplo-cega, onde os revisores desconhecem a identidade dos autores dos artigos e os autores não sabem a identidade dos revisores, portanto são os editores que medeiam as interações entre revisores e autores.
    Os avaliadores são profissionais selecionados com base no seu prestígio e nos resultados científicos alcançados na área do conhecimento de que trata o manuscrito que lhes foi atribuído para avaliar, assumem o compromisso de realizar uma revisão objetiva, com caráter científico, crítico, honesto e sem preconceitos critérios, a fim de fornecer aos editores informações verdadeiras sobre a qualidade do artigo proposto e fazer comentários construtivos aos autores, favorecendo as devidas correções.
    Eles devem entregar o correspondente formulários de revisão que indiquem claramente os motivos pelos quais um artigo é aceito ou rejeitado e avisem, no caso de detectar ou suspeitar de casos de duplicação, conflito de interesses, problemas éticos ou dados fabricados.
    O Conselho Editorial atuará com imparcialidade, nas decisões tomadas por cada um dos árbitros, de forma que, se um manuscrito for aceito por um árbitro e rejeitado por outro, será enviado a um terceiro árbitro, cuja decisão será final e definitiva. para resolver a situação.
    Respeito ao tempo: Os avaliadores comprometem-se a realizar a revisão solicitada dentro dos prazos máximos fixados pela equipe editorial da revista.
    Confidencialidade: Os trabalhos atribuídos para revisão não terão dados identificativos sobre os autores e instituições a que pertencem e, além disso, devem ser tratados com total sigilo, para que não possam ser discutidos com outras pessoas antes do processo de publicação.
    Divulgação: Todas as informações relacionadas ao processo de revisão por pares não podem ser usadas para fins pessoais ou compartilhadas com outras pessoas não incluídas no processo editorial.
    Conflito de interesses dos revisores: Os revisores têm a obrigação de informar ao Editor, caso suspeitem que no manuscrito que estão avaliando não foram revelados conflitos de interesses, os quais devem ser declarados.
    Além disso, você não deve aceitar uma tarefa de revisão se presumir um potencial interesse concorrente, incluindo o seguinte:
    * Colaborações anteriores ou atuais com o (s) autor (es) presumido (s).
    * Provável concorrente direto.
    * Você pode ter um histórico conhecido de antipatia pelo (s) suposto (s) autor (es).
    * Ter uma relação de afinidade pessoal com um autor que não permita uma avaliação objetiva do manuscrito.
    * Você pode lucrar financeiramente com o trabalho.
    Eles só devem aceitar a avaliação do manuscrito, caso não haja nenhum tipo de conflito de interesse com o mesmo, em caso de conflito, o revisor deve informar aos editores ou à equipe do periódico que sua participação deve ser recusada, caso considerem que não pode oferecer uma revisão imparcial. Ao enviar sua opinião, você deve indicar se tem ou não interesses conflitantes.
    Para editores
    Decisões: Uma vez realizadas todas as etapas do processo editorial, a Equipe Editorial seleciona para publicação os artigos de maior qualidade e contribuição, em correspondência com a avaliação feita pelos pareceristas e sem qualquer tipo de discriminação ou favoritismo para com os autores.
    Nesse processo, a Equipe Editorial da Revista del Nacional (Itauguá), será inflexível com más práticas, como plágio, dados inventados no artigo recebido, duplicação no envio de artigos já publicados e fraude em qualquer de suas formas e se necessário, fará as devidas consultas aos membros do Conselho Editorial.
    Confidencialidade: Os membros da Equipe Editorial da Revista del Nacional (Itauguá), assumem o compromisso de não divulgar total ou parcialmente a pesquisa indicada para publicação, a outras pessoas que não sejam autoras do manuscrito, revisores e editores da revista para o fins de garantir a integridade de todo o processo.
    Conflito de interesses e divulgação: A equipe editorial assume o compromisso de não utilizar, em suas pesquisas, o conteúdo dos artigos enviados à revista para avaliação, sem o consentimento por escrito do autor ou autores, da mesma forma que qualquer conflito de interesse entre autores e editores.
    Conflito de interesses dos editores: O Editor-Chefe e os Editores Associados devem declarar seus próprios interesses conflitantes ou conflitos de interesses (CDI) e, se necessário, desqualificar-se para participar, na parte que lhes corresponde, do processo editorial de um manuscrito se detectar conflito de interesses, convocando imediatamente e informando os demais membros da Equipe Editorial.
    Os motivos mais comuns pelos quais os editores se desculpam de participar do processo editorial de um manuscrito podem incluir, mas não estão limitados a:
    * Colabore com um autor, atual ou recentemente.
    * Tendo publicado com um autor nos últimos 5 anos.
    * Tive bolsas de autoria, atual ou recente.
    * Ter um relacionamento pessoal com um autor, o que pode reduzir a objetividade ao desempenho objetivo do processo editorial relacionado a um manuscrito.
    Respeito aos prazos: A Equipe Editorial compromete-se a cumprir os prazos, para as revisões e publicação dos trabalhos aceitos. Dependendo do fluxo de renda e do processo editorial, os autores serão notificados quando um manuscrito for aceito para publicação, indicando o número e a data em que será publicado. O processo total entre o recebimento de uma obra e a notificação dos resultados não será superior a 6 meses.
    Erros em artigos publicados: A equipe Editorial estará disposta a publicar correções, esclarecimentos, retratações e desculpas quando necessário.
    IV. PREPARAÇÃO DE ITENS
    Deve conter:
    1. Título: conciso e informativo, em espanhol e inglês (com conteúdo totalmente semelhante ao espanhol). Sem abreviações. Você deve descrever adequadamente todo o trabalho. Sugere-se que não exceda 15 palavras.
    2. Nomes e afiliações dos autores: não são permitidos mais de 7 autores. Deve conter nomes completos e sobrenomes dos autores com afiliação institucional hierárquica em ordem decrescente e geográfica (exemplo: Minsiterio de Salud Pública y Bienestar Social, nome do hospital, departamento, serviço, cidade e país). Indique todas as afiliações com um número sobrescrito ao final do sobrenome de cada autor e esse mesmo número deve corresponder ao início da afiliação. Os dados do currículo pessoal não devem ser mencionados. Cada autor deve ter um número de registro no Open Researcher and Contributor ID (ORCID): https://orcid.org/signin
    3. Autor para correspondência: pessoa que representa todos os autores, garantindo a comunicação entre a equipe de trabalho e a revista. Você deve incluir e-mail e número de telefone.
    4. Critérios para definição de autoria: somente aqueles que participaram do ponto de vista intelectual da versão final do texto devem ser mencionados como autores.
    Para a inclusão de um autor em um manuscrito, adota-se a recomendação do ICMJE: http://www.icmje.org/recommendations/
    Apenas aqueles que atenderem aos quatro critérios simultaneamente serão identificados como autores:
    1. Contribuição substancial para a concepção ou design do artigo ou para a aquisição sobre, análise ou interpretação dos dados.
    2. Participação na redação do trabalho de pesquisa ou na revisão crítica de seu conteúdo intelectual.
    3. Intervenção na aprovação da versão final a ser publicada.
    4. Capacidade de responder a todos os aspectos do artigo para garantir que as questões relacionadas à precisão ou integridade de qualquer parte do trabalho sejam investigadas e resolvidas de forma adequada.
    Os autores são aconselhados a revisar cuidadosamente a listagem e seu pedido antes de enviar seu manuscrito pela primeira vez.
    Para descrever a contribuição de cada um dos autores, principalmente em manuscritos multicêntricos ou multidisciplinares, a Revista del Nacional (Itauguá) também aceita a Taxonomia CRediT (Taxonomia das funções dos autores): https://casrai.org/credit/ O CRediT considera 14 papéis para especificar a contribuição específica de cada autor para a produção para divulgação científica:
    1. Conceptualização: refere-se ao desenvolvimento e proposta da ideia de pesquisa
    2. Curadoria de conteúdos e dados: busca, seleção e organização de informação de qualidade.
    3. Análise de dados: aplicação de técnicas estatísticas, computacionais, etc.
    4. Aquisição de fundos: obtenção de apoio financeiro para o desenvolvimento do projeto.
    5. Pesquisa: realização de experimentos e coleta de dados ou evidências.
    6. Metodologia: desenvolvimento ou desenho da metodologia, criação de modelos, experimentais ou estatísticos.
    7. Administração do projeto: coordenação do planejamento e execução da atividade de pesquisa
    8. Recursos materiais: fornecimento de materiais de estudo (reagentes, pacientes, amostras de laboratório, animais, instrumentação, etc.)
    9. Software: programação, desenvolvimento de software, design de programas de computador.
    10. Supervisão: vigilância sobre o planejamento e execução das atividades de pesquisa.
    11. Validação: verificação, seja como parte da atividade ou separadamente da replicação / reprodutibilidade geral dos resultados.
    12. Visualização: preparação, criação e / ou apresentação do trabalho publicado, especificamente visualização / apresentação de dados.
    13. Redação original: preparação, elaboração e / ou apresentação do trabalho para sua solicitação de publicação (redação da redação inicial).
    14. Redação-revisão e edição: preparação, criação e / ou apresentação do trabalho publicado pelos membros do grupo de pesquisa, de forma crítica.
    5. Agradecimentos: pessoas que deram contribuições para o desenvolvimento do trabalho, por exemplo, profissionais que fazem rotina, médicos que encaminham pacientes ou interpretam exames de rotina, que prestam assistência técnica, vínculos financeiros que podem gerar conflitos de interesse, tradução de o mesmo ou chefes de serviços ou departamentos que não participam diretamente da investigação, não podem ser considerados autores; Eles podem ser mencionados na seção Agradecimentos, descrevendo claramente em que consistiu a contribuição. Deve ser colocado no final do manuscrito e antes das referências bibliográficas. Anexe à submissão do manuscrito uma carta com a autorização por escrito das pessoas que serão mencionadas nesta seção, se houver.
    6. Aspectos éticos. A revista respeita a conduta ética e as boas práticas de publicação - Princípios de Transparência e Melhores Práticas em Publicações Acadêmicas publicados pelo Comitê de Ética em Publicações (COPE), o Diretório de Revistas de Acesso Aberto (DOAJ), a Associação de Editores Escolares de Acesso Aberto (OASPA), e a Associação Mundial de Editores Médicos (WAME) e a Declaração de Cingapura sobre Integridade em Pesquisa.
    7. Idioma: os artigos devem ser redigidos em espanhol, obedecendo às normas ortográficas vigentes da Real Academia Espanhola, utilizando linguagem fácil, sem ambigüidades.
    8. Se o texto já tiver sido apresentado em congresso ou comunicação, deverá constar o nome, a data e o local da celebração.
    9. Para a elaboração dos relatórios por tipo de estudo, recomenda-se seguir as diretrizes e guias internacionais para apresentação dos resultados das pesquisas, conforme recomendações da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS / OMS) e da rede para melhoria da qualidade e transparência da pesquisa em Saúde (EQUATOR): http://www.equator-network.org/library/spanish-resources-recursos-en-espanol/.
    De acordo com o tipo de trabalho, levar em consideração as seguintes diretrizes: estudos observacionais em epidemiologia (coorte, casos e controles e estudos transversais)
    a) Estudos observacionais em epidemiologia (estudos de coorte, caso-controle e transversais): O Fortalecimento do Relatório de Estudos Observacionais em Epidemiologia (STROBE)
    b) ensaios de grupos paralelos randomizados. Diretrizes atualizadas para relatar ensaios clínicos randomizados (CONSORT 2010):
    c) revisões sistemáticas e meta-análises. Itens de relatório preferidos para revisões sistemáticas e meta-análises (PRISMA)
    d) relato de caso: Desenvolvimento de diretrizes de relato de caso clínico baseado em consenso (CARE)
    e) estudos qualitativos: Normas para relatar pesquisas qualitativas (SRQR) ou critérios consolidados para relatar pesquisas qualitativas (COREQ)
    11. As citações bibliográficas devem ser citadas numericamente, por ordem de aparecimento no artigo, com efeito sobrescrito, separadas por vírgula Ex .: (8,14,15,19,21) ou hífen (no caso de abranger consecutivas muito longas referências Ex.: (1-5) Além disso, os textos citados devem ser os originais.
    Para inserir as citações no texto:
    a. O ano não deve aparecer
    b. Se estiver localizado no meio da frase. Por exemplo: Martinez M. et al. ref relatado.
    c. Se a citação estiver localizada no final da frase: .... relatou esses resultados ref
    d. Always et al. (abreviatura de "e outros" em latim) é escrita em itálico e ponto final, "e colaboradores" não serão aceitos porque os nomes suprimidos não devem ser de colaboradores, mas de autores.
    12. Referências. Em todos os manuscritos, é conveniente que 70% das citações bibliográficas correspondam aos últimos 5 anos e os restantes 30% se distribuam entre os principais trabalhos publicados nos anos anteriores. Elas serão expressas em algarismos arábicos entre parênteses e sua numeração será correlativa à ordem de aparecimento das referências, seguindo as normas de Vancouver. Deve conter exclusivamente os textos citados no manuscrito e serão numerados consecutivamente com algarismos arábicos, conforme segue Eu imponho estritamente a ordem de aparecimento no texto. Devem obedecer ao formato e aos princípios de padronização e qualidade editorial das diretrizes para publicação de acordo com as "Recomendações para a preparação, apresentação, edição e publicação de trabalhos acadêmicos em periódicos médicos" última atualização (dezembro de 2019) elaborada pelo Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas (ICMJE) http://www.icmje.org/recommendations/
    Links online para referências aumentam o nível de qualidade da publicação e favorecem a revisão por pares e a leitura por aqueles interessados ​​no artigo. Para criar links para serviços de indexação e consulta como o Crossref, é necessário que os dados fornecidos na lista de referências bibliográficas (nomes dos autores, título, ano de publicação e páginas) estejam corretos. O uso do Digital Object Identifier System (DOI) é obrigatório como um link permanente para um artigo eletrônico.
    Nota: Inclua apenas seis autores e se exceder este número coloque a expressão latina "et al." Após o sexto autor. Não coloque "y" antes do último autor.
    Elementos a serem considerados nas referências padronizadas por tipos de documentos mais citados: Os artigos de periódicos devem ter, como último elemento, o número DOI. Os diferentes formatos de referências bibliográficas podem ser encontrados em Citing medicine: o guia de estilo da National Library of Medicine (NLM) para autores, editores e editores ou consulte a lista de exemplos de referência baseados em Citing medicine do NLM.
    12. As palavras, figura e tabela devem estar em caixa baixa no texto.
    Tabelas: Devem ser numeradas por ordem de aparecimento no texto, identificadas com algarismo arábico e título na parte superior. As notas explicativas e a explicação das abreviaturas devem ser colocadas na parte inferior. Não devem conter dados redundantes já mencionados no texto. É preferível a digitação inserindo uma tabela em formato de processador de texto (Word) ou planilha eletrônica (Excel). Linhas divisórias devem ser evitadas linhas verticais e recomenda-se marcar apenas três linhas horizontais (duas para as legendas e a terceira para marcar o final da tabela). Tabelas inseridas como imagens não serão aceitas.
    Todas as medições hematológicas e de química clínica devem ser relatadas de acordo com o Sistema Internacional de Unidades. Apenas abreviações padrão devem ser usadas.
    Figuras: as figuras são consideradas: 1. Desenhos, 2. Esquemas, 3. Mapas, 4. Fotografias, Gráficos. Títulos e explicações detalhadas irão nas legendas das ilustrações e não nas próprias ilustrações. Não devem repetir dados apresentados no texto ou nas tabelas, devem conter informações suficientes para interpretação sem recurso ao texto. Eles serão identificados com um número arábico, na ordem em que aparecem no texto. As legendas e explicações das abreviaturas estão inseridas na parte inferior. Não será aceita manipulação de fotografias com intenção fraudulenta, não podendo ser realçada, escurecida, movida, removida ou adicionada qualquer elemento das mesmas. Ajustes de brilho, contraste ou equilíbrio de cores são permitidos, desde que não obscureçam ou eliminem qualquer informação visível na imagem original. Caso se trate de uma fotografia já publicada, agradecerá à fonte original e será anexada a autorização por escrito do detentor dos direitos autorais autorizando a reprodução do material.
    Os autores são responsáveis ​​por obter permissão para reproduzir figuras previamente publicadas ou não de sua autoria e devem indicar quem é o autor de tal imagem.
    Para citar as figuras no texto, você tem as seguintes opções:
    Para uma única figura
    Se fizer parte do texto: ... na figura 1
    Pode estar entre parênteses (fig. 1)
    Para duas figuras ou mais
    Se fizerem parte do texto: "... nas figuras 1 e 2"
    Eles podem estar entre parênteses (figs. 1-3)
    Várias figuras
    Se fizerem parte do texto: "... nas Figuras 1A e B" Eles podem estar entre parênteses (Figuras 1A e B)
    ITENS PARA RECEBER
    1. ARTIGO ORIGINAL
    Inclui artigos que fornecem informações primárias e que não foram previamente publicados ou enviados a outro periódico para serem submetidos à avaliação para publicação em outro periódico, no todo ou em parte. Os temas abordados são sobre saúde humana ou a ela relacionados, com extensão máxima de 3.500 palavras, sem contar as tabelas e a bibliografia. Os trabalhos de casuística enquadram-se na categoria de artigos originais e devem seguir o esquema proposto.
    O artigo deve seguir a seguinte ordem: * Título. Título, nomes e afiliações dos autores, (não são permitidos mais de 7 autores, exceto multicêntrico, multidisciplinar trabalhos e pesquisas, onde são aceitos até 25 autores), autor para correspondência, critérios de definição de autoria, etc. Veja "Preparação de artigos"
    * Resumo (pretérito) A leitura do resumo deve permitir a compreensão do artigo sem ter que acessar o formato literal. Deve ser estruturado em espanhol e inglês, no máximo 250 palavras, não incluirá citações bibliográficas ou abreviaturas.
    Você deve compreender infalivelmente as seguintes seções: Introdução, Objetivos, Metodologia, Resultados, Conclusão. A seguir, serão incluídos de 3 a 5 palavras-chave, com sua tradução para o inglês, que deverão ser consultadas na edição de Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) 2020, http://decs.bvs.br/E/homepagee.html
    * Texto. Recomenda-se seguir as diretrizes internacionais de relatórios da Iniciativa para Melhorar a Qualidade e Transparência da Pesquisa em Saúde (EQUATOR): http://www.equator-network.org/library/spanish-resources- resources-in-spanish /.
    De acordo com o tipo de trabalho, leve em consideração as seguintes orientações:
    a. estudos observacionais em epidemiologia (estudos de coorte, caso-controle e transversais): The Strengthening the Reporting of Observational Studies in Epidemiology (STROBE): https://www.equator-network.org/reporting-guidelines/strobe/
    b. ensaios de grupos paralelos randomizados. Diretrizes atualizadas para relatar ensaios clínicos randomizados (CONSORT 2010): https://www.equator-network.org/reporting-guidelines/consort/
    c. estudos qualitativos: padrões para relatar pesquisas qualitativas (SRQR) ou critérios consolidados para relatar pesquisas qualitativas (COREQ)
    Deve conter os seguintes subtítulos: Introdução (presente): Deve conter informações suficientes e adequadas sobre o assunto estudado, citar as referências bibliográficas. Deve conter histórico, justificativa e objetivos do estudo. Os antecedentes não devem ser copiados e colados de publicações anteriores, evite este tipo de informação, referencie os estudos dos diferentes autores da revisão. Os objetivos do trabalho devem ser incluídos no final da introdução.
    A metodologia (pretérito) deve descrever claramente a forma de seleção dos assuntos ob atendeu ou participou dos experimentos Identificar os métodos e procedimentos com detalhes suficientes para que outros pesquisadores reproduzam os resultados. Mencione exatamente os medicamentos e produtos químicos usados, com nomes genéricos.
    Os resultados (pretérito) apresentam-nos em uma seqüência lógica, sem repetir os dados nas tabelas ou figuras do texto, destacando observações importantes. Siglas e abreviaturas sempre virão acompanhadas de nota explicativa de rodapé. Essas notas são referenciadas por letras minúsculas sobrescritas em ordem alfabética. Evite o uso desnecessário de tabelas e figuras que poderiam ser apresentadas no texto.
    Discussão (presente): os resultados obtidos no estudo devem ser comparados com publicações anteriores.Indique as concordâncias e discordâncias dos resultados obtidos com os divulgados anteriormente por outros pesquisadores. Se necessário, indique as limitações do seu trabalho.
    Conclusão. Destacar qual foi a contribuição do trabalho, tomando as ideias principais, resumindo o que foi investigado e explicando os achados ou descobertas obtidas.
    Deve ser esclarecido que a conclusão não deve repetir o que foi afirmado anteriormente nos resultados ou discussão, mas deve ser fruto de reflexão e avaliação.
    Referências. Sugere-se não ultrapassar 30 referências bibliográficas. Consulte na seção "Preparação de artigos" Referências
    Tabelas: serão aceitas no máximo 5. Consulte na seção "Preparação de artigos" Tabelas
    Figuras: serão aceitas no máximo 5. Consulte a seção “Preparação de artigos” Figuras.
    2. RELATO DE CASO ou CASO CLÍNICO Trabalhos de menor extensão que incluem a descrição de eventos clínicos (casos clínicos de um a três pacientes ou uma família) que, devido às suas peculiaridades pouco descritas de diagnóstico, tratamento, apresentação atípica de uma doença, incomuns efeito de um medicamento, interação medicamentosa ou nível nacional ou global pouco frequente, vale a pena publicar. O numero de palavras devem ter no máximo 2.000, sem contar tabelas e citações bibliográficas. Os relatos de caso requerem o consentimento informado do paciente para publicação.
    * Título: conciso e claro, em espanhol e inglês. Deve descrever o fenômeno mais interessante (sintoma, diagnóstico, teste, etc.), seguido da palavra relato de caso ou relato de caso. Ignore a expressão "sobre o assunto de um caso" Ver Preparação dos artigos.
    * Resumo: será narrativo (não estruturado), deve conter uma introdução destacando que contribui com algo novo para a literatura da saúde humana, deve incluir dados sobre o (s) caso (s) em questão e uma conclusão que explique qual é a contribuição. A leitura do resumo deve permitir a compreensão do relatório sem a necessidade de acessar o trabalho extenso. Deve ter no máximo 200 palavras e não deve incluir abreviaturas. São aceitas 2 a 5 palavras-chave, separadas por vírgulas. Para determinação das palavras-chave, elas devem ser consultadas na edição 2020 de Descritores em Ciências da Saúde (DeCS), http://decs.bvs.br/E/homepagee.html
    * Texto: Recomenda-se seguir as diretrizes internacionais para a elaboração de relatórios da iniciativa para a melhoria da qualidade e transparência da pesquisa em saúde (EQUATOR): http://www.equator-network.org/library/spanish-recursos-recursos-en-espanol /.
    Consulte as diretrizes para relatos de casos: Desenvolvimento de diretrizes para relatos de casos clínicos baseados em consenso (CARE): https://www.equator-network.org/reporting-guidelines/care/
    3. Deve conter as seguintes legendas:
    Introdução: descreva resumidamente o histórico do (s) caso (s) e por que você considera importante publicá-lo. Deve conter referências da literatura médica.
    Relato (s) de caso: descobertas mostrando resultados. Deve incluir sintomas do paciente, achados clínicos, laboratoriais ou de imagem, intervenções cirúrgicas e os principais diagnósticos. É importante adicionar informações demográficas (idade, sexo, ocupação, etc.), história familiar e comorbidades pertinentes.
    Discussão: deve descrever os pontos fortes e fracos do (s) caso (s), comparar com a literatura médica relevante e as principais lições do relatório. Ao final da Discussão deverá conter uma breve conclusão explicando o aprendizado deixado pelo caso clínico.
    Referências. Não mais do que 15 referências bibliográficas. Consulte na seção "Preparação de artigos" Referências
    Tabelas. Aceitam-se até 2 tabelas. Consulte na seção "Preparação de artigos" Tabelas
    Figuras. Aceitam-se até 3 figuras. Consulte na seção "Preparação de artigos" Figuras.
    3. ARTIGO DE REVISÃO
    O objetivo do artigo de revisão é resumir, analisar, avaliar ou sintetizar informações já publicadas (relatórios de pesquisa) de aspectos relevantes conhecidos. É o produto de uma análise crítica meticulosa da literatura existente sobre um tema atual de relevância no campo da saúde humana e afins, onde os resultados de pesquisas publicadas anteriormente são organizados e integrados e fornecem novos conhecimentos. Não serão aceitos resumos simples de artigos ou descrição cronológica da literatura.
    A revisão pode ser reconhecida como um estudo em si, no qual o revisor tem uma dúvida, coleta dados (na forma de artigos anteriores), analisa e tira uma conclusão. A diferença fundamental entre uma revisão e um trabalho original ou estudo primário é a unidade de análise, não os princípios científicos que são aplicados” (Day, 2005).
    Serão aceitas mini-resenhas de 2.000 a 3.000 palavras e extensas de 3.000 a 6.000 palavras, excluindo tabelas e bibliografia. Também serão aceitos relato de caso e revisão bibliográfica.
    * Título. Sugere-se identificar o documento como uma revisão. Exemplos: 1- Otite média em crianças. Revisão sistemática da bibliografia. 2- Criptococose cutânea: relato de um caso e revisão bibliográfica. Consulte na Preparação dos artigos.
    Autores. O número de autores não deve ser superior a 3. Consultar Preparação de artigos
    * O resumo deve ser informativo, não indicativo. Deve conter a ideia geral do trabalho de revisão, objetivos, métodos de seleção, avaliação, análise, principais resultados e conclusão. Não mais do que 250 palavras. Incluindo 3 a 7 palavras-chave.
    * Texto: Recomenda-se seguir as diretrizes internacionais para a elaboração de relatórios da iniciativa para a melhoria da qualidade e transparência da pesquisa em saúde (EQUATOR): http://www.equator-network.org/library/spanish - recursos-recursos-en-espanol /. revisões sistemáticas e meta-análises. Itens de relatório preferidos para revisões sistemáticas e meta-análises (PRISMA).
    É solicitado aos autores o nome da base de dados, sigla e / ou número do ensaio clínico, que devem constar ao final do resumo e na seção Método ologia. Exigência de registro de revisões sistemáticas no banco de dados PROSPERO (Registro Prospectivo Internacional de Revisões Sistemáticas), de preferência antes do início dos procedimentos de aplicação dos critérios de elegibilidade.
    O depósito dos dados de pesquisa em repositórios de acesso aberto seguindo as normas que garantem a autoria, uso e nomeação dos dados.
    A revisão deve conter:
    para. Introdução estendida com os relatórios mais recentes. Deve ser mais extenso que o artigo original, justificando a revisão. Mencionando os objetivos. Os aspectos mais relevantes do tópico podem ser divididos em seções com títulos e subtítulos apropriados (exemplos: epidemiologia, clínica, tratamento, etc.)
    b. Metodologia. descrever como foi realizada a busca bibliográfica e os critérios de seleção (inclusão e exclusão) e revisão dos artigos.
    c. Procurar Resultados. Podem ser incluídas até 3 tabelas. Consulte Preparação de artigos Seções de tabelas
    d. Discussão. Os dados coletados são organizados e combinados. Limitações da revisão podem ser mencionadas.
    e. Conclusão: elaboração de conclusões coerentes com base nos dados e artigos analisados. O autor deve expressar sua interpretação dos resultados obtidos na revisão e deixar em aberto novas iniciativas sobre aspectos que requerem maior investigação.
    F. Referências. As referências utilizadas serão dos últimos cinco anos. Consulte Preparação de artigos Seção de Referências
    4. CARTAS AO EDITOR. O objetivo deste tipo de documento é complementar ou discutir artigos publicados anteriormente (até 12 semanas antes de serem enviados à revista) ou comunicar novos trabalhos relevantes em saúde pública, ética ou qualquer técnica em saúde ou relacionados, mas não adequados para publicação como artigo original ou comunicação curta. Serão admitidos até 3 autores.
    Título, nomes e afiliações dos autores (não são permitidos mais de 3 autores), autor para correspondência, critérios de definição de autoria, etc. Consulte em "Preparação de artigos"
    * Texto: deve ser executado sem divisão em seções, separadas em parágrafos, informando a definição do problema, sua discussão e a conclusão que uma recomendação pode conter. Eles não devem exceder 1500 palavras. Não devem ter resumo, não será admitida mais de uma figura ou tabela.
    * Referências: serão admitidas no máximo cinco. Ver Seção de Referências "Preparação de artigos".
    5. IMAGENS EM MEDICINA São aceitas imagens fotográficas de: lesões em pacientes, raios-X, ultrassom, tomografia computadorizada, ressonância magnética nuclear, observações microscópicas, culturas, etc.
    Você deve seguir este pedido
    * Título, nomes e afiliações dos autores (não são permitidos mais de 3 autores), autor para correspondência, critérios de definição de autoria, etc. Consulte em "Preparação de artigos"
    * Texto explicativo: não deve exceder 300 palavras. Deve conter.
    * Introdução de no máximo 100 palavras, contendo informações mais relevantes, máximo de 5 citações bibliográficas e posteriormente no segundo parágrafo apresentar dados do (s) caso (s) em questão, permitindo a compreensão da imagem apresentada.
    * Imagens: no máximo 3 que devem ser didáticas, de alta qualidade e devem conter informações suficientes na parte inferior para sua interpretação sem recorrer ao texto. Todos os símbolos contidos nas imagens serão devidamente explicados no texto. Consulte na seção "Preparação de artigos" Figuras
    * Bibliografia: consultar na seção "Preparação de artigos" Referências
    O editorial aborda questões científicas atuais sobre os artigos selecionados em cada número e elaborados pelo Editor ou por um membro do Conselho Editorial ou por um especialista visitante. Não devem exceder 1200 palavras e 5 referências como limite.
    6. AVALIAÇÕES DE FONTES DE INFORMAÇÃO
    As resenhas de livros, revistas e eventos, terão no mínimo duas páginas e no máximo três, devendo ser incluída a capa. As informações completas da publicação devem ser incluídas em cada revisão. As resenhas serão pertinentes ao assunto a que se dedica o número ou número da revista.
    Os autores devem enviar suas resenhas para a Revista del Nacional (Itauguá) no e-mail revdelnacionalhn@gmail.com
    7. PRÉ-IMPRESSÕES: Preprints ou publicação antecipada são versões de relatórios de pesquisa disponíveis, por meio de servidores de preprints, sem iniciar processos editoriais ou aprovados para publicação em periódico científico. Lucros Os autores de Preprints se beneficiam ao tornar suas pesquisas mais recentes disponíveis e citáveis ​​para seus pares. Permite que as novas informações geradas pela pesquisa sejam utilizadas pela comunidade científica imediatamente, Eles servem para reivindicar prioridade na definição de autoria. Vamos aproveitar os comentários feitos para atualizar seu artigo Colaboração entre pesquisadores. Requisitos para aceitação de artigos publicados em Preprints Os relatórios de pesquisa devem ser hospedados em bancos de dados confiáveis ​​de Preprints (SciELO Preprints, medRxiv, bioRxiv, etc.). Outros requisitos da Revista del Nacional (Itauguá) para preprints estão contemplados nas normas para autores.
    RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA A ELABORAÇÃO DO ARTIGO
    GUIA DE ESTILO CURTO. Use uma linguagem apropriada ao longo do manuscrito. A má qualidade da linguagem pode atrasar ou impedir a publicação.
    A Revista Nacional (Itauguá) sugere seguir as recomendações do Dicionário da Língua Espanhola (atualização 2019) https://dle.rae.es/, Dicionário Pan-Hispânico de Dúvidas da Real Academia Espanhola https://www.rae.es /dpd/ e a Fundación del Español Urgente (Fundéu), orientada pela Real Academia Espanhola https://www.fundeu.es/
    Algumas consultas mais frequentes:
    Abreviaturas (abreviatura, abreviatura, acrónimo, acrónimo, símbolo). Na primeira menção dentro do texto, o nome completo será desenvolvido primeiro seguido pela abreviatura entre parênteses, exemplos: concentração inibitória mínima (MIC), eletrocardiograma (ECG), Ministerio de Salud Pública y Bienestar Social (MSPyBS), Mercado Comum del Sur (Mercosur), exceto para abreviações convencionais (Fig., Dr., No., EUA, etc.) ou unidades de medida padrão (kg, m2, ° C, h, min, etc.). Use apenas abreviações padrão. O uso de abreviações fora do padrão pode ser confuso para os leitores. Certifique-se de usar abreviações de forma consistente ao longo do artigo.
    * As unidades de medida devem estar em minúsculas: ml, mg / ml, g / l e assim por diante.
    * Não é recomendável usar mais de 7 siglas em todo o texto. Exemplo: CIM, WHO, FDA, UN, DNA, etc. Quando usados ​​pela primeira vez, serão precedidos do termo completo. As siglas não devem ser pluralizadas, por exemplo: ONGs, DNAs, etc. (incorreta).
    * Palavras em língua estrangeira que tenham seu equivalente em espanhol devem ser escritas em espanhol, ou seja, não serão aceitas palavras estrangeiras desnecessárias. Exemplos: resumen (em espanhol, resumo), pellet (sedimento), primer (primer ou iniciador), puntuación (escala), triagem, etc. Palavras em outro idioma serão aceitas somente se não tiverem um análogo do espanhol e serão escritas em itálico.
    * Técnicas laboratoriais e de biologia molecular muito conhecidas com seus nomes em inglês, exemplo: ELISA, PCR, RFLP, DGGE e outras, o nome completo não será escrito, a menos que os autores o considerem apropriado.
    * Qualquer expressão ou nome de microorganismos ou entidades, empresas, etc., escritos em um idioma diferente do espanhol são escritos em itálico. Exemplo: in vivo, pool, versus, American Society for Microbilogy, Food and Drug Administration, Staphylococcus aureus, Candida albicans, etc.
    Nunca coloque um artigo antes do nome científico dos microrganismos. Exemplos:
    - O Cryptococcus é uma levedura (errado)
    - Cryptococcus é uma levedura (correto).
    * Os substantivos que designam doenças são nomes comuns, portanto, devem ser escritos com uma inicial em minúscula: acromegalia, câncer, diabetes, influenza, paralisia cerebral, AIDS, tromboembolismo, fascite necrotizante dimensionamento, artrite séptica, lúpus eritematoso sistêmico, etc., a menos que a frase comece com o nome da doença.
    * Os nomes de instituições, serviços, associações médicas, unidades cirúrgicas, etc., serão escritos em maiúscula. Exemplos: Serviço de Urologia, Unidade de Cirurgia da Parede Abdominal, Hospital Nacional, Sociedade Paraguaya de Infectología, Ministerio de Salud Pública y Bienestar Sicial, etc.
    * O prefixo é sempre escrito junto com sua raiz, nunca separado por um espaço em branco ou um hífen. Exemplos: infraumbilical, pré-operatório. Recomenda-se a redução do -t final do prefixo de origem latina pos (t). Por exemplo: pós-operatório em vez de póst-operatório. Nos casos em que após o prefixo "post" houver um "s", será obrigatório incluir o t: póst-sináptico, póst-sacro e assim por diante.
    * O percentual será escrito separadamente da figura sem espaço intermediário, conforme recomendação da última versão do Dicionário Pan-Hispânico de Dúvidas 2010.

     

    Envío de manuscritos

    Todos os artigos para a Revista del Nacional devem ser dirigidos para a Secretaria do Comitê de Investigação do Hospital Nacional, Avda. Gral. Marcial Samaniego. 2º nível (a Direção-Geral de Acesso. Itauguá, Paraguai) e/ou a versão digital para: revdelnacionalhn@gmail.com.

    [Home] [Corpo Editorial] [Sobre Nós ] [Assinaturas]


    Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está sob uma Licença Creative Commons.

    Avda. Gral. Marcial Samaniego
    Itagúa, Paraguay
    Tel.: 0294-321450/4
    Fax: 0294-321521


    e-mail